Para realizar uma avaliação ambiental a TOXIKÓN Saúde Ocupacional executa as seguintes etapas:

 

VISITA AO LOCAL: reconhecimento dos riscos e das condições ambientais e de trabalho. Preferencialmente realizada pelo Prof. Dr. Sérgio Colacioppo.

EMISSÃO de ORÇAMENTO ESPECÍFICO: com flexibilidade para atender as necessidades da empresa.

INÍCIO das COLETAS: de 5 a 45 dias após a aprovação do orçamento e programa de trabalho. Realizadas pela equipe de campo sob a coordenação do Prof. Dr. Sérgio Colacioppo.

ANÁLISE e EMISSÃO do RELATÓRIO FINAL: com interpretação de resultados e sugestões de eventuais medidas de controle a serem tomadas, no máximo 15 dias após a última coleta em campo.

O tempo de duração da coleta de uma amostra ambiental depende do que está sendo avaliado. Deve-se amostrar pelo menos cerca de 80% de uma jornada de trabalho, para que se possa, com boa margem de segurança, estimar a Média Ponderada pelo Tempo, que representa a exposição de um trabalhador a agentes de toxicidade a longo prazo.

 

 

Para os agentes de toxicidade de curto prazo e nos casos de operações curtas onde se suspeita a ocorrência de altas concentrações, deve-se amostrar somente durante o período de atividade.

 

Em diversas atividades, com exposição a solventes diversos, formol e óxido de etileno, é possível o emprego de dosímetros passivos, de fácil utilização pelo pessoal da própria empresa. Contudo, é fundamental um contato prévio com a TOXIKÓN Saúde Ocupacional, para verificar a aplicabilidade em cada caso específico.

 

Para as substâncias não coletáveis por dosímetros (alguns solventes, gases, poeiras, metais, etc.) é necessária a utilização de bombas coletoras, elementos de captação específicos e pessoal especializado na coleta.

Joomla Templates by Joomla51.com