INDICADORES DE EFEITO

Metemoglobina sangüínea (MEHb)

Agentes Metemoglobinizantes

Anilinas
Indicador Biológico de Exposição: Metemoglobina sangüínea (MEHb)
Coleta: Uma amostra de sangue heparinizado pré jornada e outra pós jornada de trabalho (2 mL cada) coletadas após no mínimo dois dias seguidos de exposição.
Conservação: Geladeira a 4ºC. Enviar para o laboratório no prazo máximo de 24 horas após a coleta.
V.R.: até 2 %
I.B.M.P.: 5 %
Método analítico: Espectrofotometria visível
Observações:
1. Após a coleta, existe uma tendência natural de aumento da metemoglobina na amostra. Daí a importância de remetê-la imediatamente ao laboratório para a realização da análise.
2. Conquanto o Quadro I da NR-7 estabelece como deve ser feita a coleta de sangue, para essa determinação, a TOXIKÓN recomenda aos seus clientes, seguindo as recentes e atuais recomendações internacionais, colher sangue heparinizado no final da jornada de trabalho.

Nitrobenzeno
Indicador Biológico de Exposição: Metemoglobina sangüínea (MEHb)
Coleta: Uma amostra de sangue heparinizado pré jornada e outra pós jornada de trabalho (2 mL cada) coletadas após no mínimo dois dias seguidos de exposição.
Conservação: Geladeira a 4ºC. Enviar para o laboratório no prazo máximo de 24 horas após a coleta.
V.R.: até 2 %
I.B.M.P.: 5 %
Método analítico: Espectrofotometria visível
Observações:
1. Após a coleta, existe uma tendência natural de aumento da metemoglobina na amostra. Daí a importância de remetê-la imediatamente ao laboratório para a realização da análise.
2. Conquanto o Quadro I da NR-7 estabelece como deve ser feita a coleta de sangue, para essa determinação, a TOXIKÓN recomenda aos seus clientes, seguindo as recentes e atuais recomendações internacionais, colher sangue heparinizado no final da jornada de trabalho.
Carboxihemoglobina sangüínea (COHb)

Monóxido de Carbono (CO)
Indicador Biológico de Exposição: Carboxihemoglobina sangüínea (COHb)
Coleta: Uma amostra de sangue heparinizado pré jornada e outra pós jornada de trabalho (2 mL cada) coletadas após no mínimo dois dias seguidos de exposição.
Conservação: Geladeira a 4ºC, por até 5 dias.
V.R.: até 1,0 % (não fumantes)
I.B.M.P.: 3,5 % (não fumantes)
Método analítico: Espectrofotometria visível
Observações:
1. A maior fonte de interferência deste I.B.E. é o tabagismo. Fumantes podem atingir valores de até 15 %.
2. Conquanto o Quadro I da NR-7 estabelece como deve ser feita a coleta de sangue, para essa determinação, a TOXIKÓN recomenda aos seus clientes, seguindo as recentes e atuais recomendações internacionais, colher sangue heparinizado no final da jornada de trabalho para não fumantes, reservando a realização de duas coletas (pré e pós jornada) apenas para fumantes.

Ácido deltaminolevulínico urinário (Ala-U)
Indicador Biológico de Exposição: Ácido deltaminolevulínico urinário (Ala-U)
Coleta: Uma amostra de urina (20 mL). O momento da coleta não é crítico.
Conservação: Geladeira a 4ºC, por até 5 dias, protegendo a amostra da luz direta.
V.R.: até 4,5 mg/g de creatinina
I.B.M.P.: 10 mg/g de creatinina
Método analítico: Espectrofotometria visível
Observações:
1. O Ala-U encontra-se aumentado em pacientes com certas porfirias - raros defeitos congênitos do metabolismo do heme.
2. A exposição prolongada da amostra à luz intensa leva à degradação deste metabólito.

Zinco-protoporfirina eritrocitária (ZPP)
Indicador Biológico de Exposição: Zinco-protoporfirina eritrocitária (ZPP)
Coleta: Uma amostra de sangue heparinizado (2 mL). O momento da coleta não é crítico.
Conservação: Geladeira a 4ºC, por até 5 dias, protegendo a amostra da luz direta.
V.R.: até 40 µg/dL
I.B.M.P.: 100 µg/dL
Método analítico: Fotofluorimetria
Observações: Níveis aumentados de ZPP são também encontrados em anemias ferroprivas e certas porfirias.